segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Elvira ✿


Elvira foi uma criança travessa, daquelas que cutucava onça com vara curta. Corria pelos campos perseguindo abelhas e caçando borboletas. Via personagens em nuvens. Ora era mocinha, ora vilã. Subia em árvores. Brincava com cães e gatos. Gostava de bolo de fubá quentinho acompanhado de leite gelado. Lia, escrevia, desenhava. À noite, contava estrelas. Gostava da vida. Cresceu... e emudeceu. Passou a vestir o corpo e a alma de preto. Vive em busca daquela Elvira que fora um dia. Ela ainda não percebeu, mas os ponteiros do relógio correm acelerados... Vá, moça! Vá correr atrás das borboletas!

Um comentário:

  1. Que legal! E tem mesmo que ir atrás da felicidade e borboletas! bsj,chica

    ResponderExcluir